Decoração e exposição da artista e sócia Abigail Vasthi Schlemm

ABIGAIL, A ARTISTA POR ELA MESMA

 

Eu sou pintora. Só pintora. Eu pinto só o que gosto. Nunca pretendi interferir, nem remotamente, nos destinos da humanidade. Não tenho engajamentos políticos ou sociais. Com minha arte somente procuro a beleza e a poesia possíveis.

A minha pintura não me encaixa em escolas. Uso, sem cerimônia, todas as técnicas e todos os recursos utilizados por todas elas. Mas, mesmo assim, pinto de modo pessoal e verdadeiro, sem abrir mão da minha criatividade, do meu prazer e da minha liberdade. Meu estilo é único. Inconfundível.

Meus temas, eu os pesco na minha própria história, na minha mitologia particular, nos meus rituais domésticos, ou em alguns momentos vividos e perdidos ao longo do tempo. Meu trabalho é um conjunto de formas e cores que, embora nada diga de novo, traz em si, como num ponto de interrogação, um silêncio pesado, uma pergunta não respondida.

Minhas personagens, às vezes, se confundem comigo. São concentradas, quietas, caladas, fora do ar e do tempo, como quem já não espera. Ás vezes, não. Às vezes, são instigantes, envolvem, provocam seduzem. Seu silêncio é profundo, patético e profético. Seu silêncio é o silêncio que denuncia a ausência das mulheres na história da humanidade

Abigail Vasthi Schlemm

Deixe um Comentário